FME – Forum Mundial de Educação

FME – O que é o Fórum Mundial de Educação?

O Fórum Mundial de Educação (FME) faz parte do processo do FSM – (Fórum Social Mundial), que teve inicio em 2001 e passou a constituir no mais amplo espaço para articular iniciativas sociais, para o desenvolvimento do pensamento crítico e a construção de alternativas à ordem neoliberal, sob a ideia comum de que “Outro Mundo é Possível”.

forum mundial de educação
O FME é um espaço aberto de encontro que busca o aprofundamento da reflexão, o debate democrático de ideias, a formulação de propostas, o intercâmbio livre de experiências e a articulação para as ações de organizações e movimentos sociais que se opõem ao neoliberalismo, ao domínio do mundo pelo capital e por qualquer forma de imperialismo. Está empenhado na construção de outra educação para outro mundo possível, centrada no ser humano e pela justiça social e ambiental.

Como surgiu?

O FSM foi proposto inicialmente em oposição ao Fórum Econômico Mundial, que desde 1971 vem reunindo, em Davos (Suíça), a elite do pensamento neoliberal. Desde o segundo encontro em Porto Alegre (2002), ele demonstrou que seu objetivo foi alcançado, pois o FSM é referência obrigatória quando se alude ao de Davos. E o que é mais importante neste contraponto, é que o FSM tem se firmado como espaço de processos solidários, que se devem àqueles/as que se forjam como sujeitos nas lutas, movimentos, associações e organizações; em ações pequenas ou grandes, locais ou nacionais, regionais ou globais. A diversidade de redes, movimentos, povos, cidadãs e cidadãos que interagem e projetam globalmente suas visões de mudanças encontram nele um espaço frutífero.

O FSM se reconhece como um processo permanente de busca e construção de alternativas, que não se reduzem aos eventos em que se apoia. É um processo de caráter mundial, e todos os encontros que se realizam em seu nome têm dimensão internacional. Assim, os fóruns mundiais, continentais, regionais e/ou temáticos que têm sido organizados desde 2001 alimentam este grande processo.

A partir do 1º FSM constatou-se a necessidade de aprofundar o debate educativo e, como proposta surgiu à ideia da realização do Fórum Mundial de Educação, pois havia um consenso de que para conseguir outro mundo possível, outra educação era necessária. Diferentes organizações e movimentos sociais da educação de várias partes do mundo debateram e construíram varias edições.